O Estranho e O Estrangeiro: Ensaios Sobre a Contemporaneidade

+ mais detalhes
R$ 56,00 Disponível: Produto Sob encomenda com previsão de postagem em até 10 dias útil (eis).
Consulte o prazo de entrega no carrinho de compras.

  Descrição do Produto

O mundo contemporâneo é o do exílio e não o da pátria, o da errância e não o do lugar. Razão pela qual nosso tempo foi denominado de “século breve”, em que os acontecimentos e os desaparecimentos de modos de vida e valores são acelerados, não permiti ndo o repouso para constituição de uma memória reparadora. Exílio, expatriamento e dispersão espacial são, pois, o emblema das migrações forçadas por guerras, perseguições políticas e diferentes formas de conflito, que produzem a “nostalgia do inteir amente outro” diante da “vida mutilada”. Assim, a diferença entre duas figuras: a da viagem e a da partida, a odisseia e o êxodo, uma que vive no horizonte de um retorno, outra que anseia por uma pátria que não existe mais. A viagem contemporânea par a uma terra de exílio tem algo de enigmático, pois populações inteiras atravessam os mares, assombradas pelos naufrágios e pela incerteza da chegada ou do encontro de um não lugar. Herdeiro problemático de um duplo trauma – o do extermínio dos jud eus europeus durante o nazismo e, simultaneamente, o da expulsão dos palestinos de sua terra com a criação do Estado de Israel – Edward Saïd, um dos mais importantes intelectuais palestinos, refletiu sobre a questão da identidade em situações de exíl io e estranhamento cultural, procedendo a uma genealogia do sentimento de desorientação, desrealização e perda de si que o exílio produz. Pois se, antes, cada um de nós tem o conforto de paisagens conhecidas, o aconchego do mundo entre os seus, o paí s estrangeiro representa a passagem do conhecido ao desconhecido, significa o enfrentamento de um incerto acolhimento, com incompreensões, desprezo e hostilidade do lugar a que se chegou. Reunindo, assim, sua formação de scholar em literatura nos Est ados Unidos e de musicólogo e pensador geopolítico, Edward Saïd refletiu sobre a construção de um Oriente pelo Ocidente, pelo medium de escritores nos quais há a personagem fantasmada do Outro.

  Atributos

Número de Páginas:
240
Ano Edição:
2020
Número Edição:
1
Data Lançamento:
2020-08-31
ISBN13:
9786556320281
Origem:
NACIONAL
Editora:
UNIFESP
Encadernação:
BROCHURA
Situação:
2
Peso:
0.305
Altura:
1.400
Largura:
14.000
Comprimento:
21.000
EAN:
9786556320281